Quem somos

mimivegMimi Veg é um portal repleto de informações, com dicas de alimentação, receitas, produtos, artigos, notícias, entrevistas, adoção de animais e muito mais!

O objetivo é oferecer conteúdo de qualidade para TODAS as pessoas, o direito de viver dos animais, despertar a consciência da preservação do planeta e divulgar a filosofia de vida vegana.

Além disso, temos como diferencial uma atenção especial a todos, veganos ou não, que são beneficiados com essa troca super positiva. Acreditamos que, se queremos uma vida melhor para as pessoas, os animais e o planeta, precisamos levar conhecimento, compaixão e opções saudáveis, sem crueldade e com carinho, para aqueles que podem fazer a diferença: os seres humanos.

Mimi Veg – Informação e compaixão por um mundo melhor!

De onde veio o nome “Mimi”?

Mimi Quem Somos reduzida e pequena“Mimi” era o apelido carinhoso da minha falecida avó, Emília, que me criou como filha.

Ela aprendeu desde criança, como muitos de nós, que animais eram apenas “alimento”. Mas, como eu levava para casa todos os animais abandonados que encontrava na rua, Mimi passou a vê-los de outra forma. Com o tempo, foi mudando sua relação com eles.

Mimi ficou muito doente, faleceu precocemente e eu não tive tempo de mostrar a ela a vida que passei a conhecer já adulta. É possível viver com saúde retirando os animais do prato e de todos os itens possíveis, fazer substituições muito saudáveis, ecológicas, sem causar dor e sofrimento a nenhum ser senciente, e ajudar a manter e preservar os recursos do planeta.

Em homenagem à Mimi e a tantas pessoas que aprenderam a ver os animais apenas como alimento e objeto de uso humano, aos animais tão sofridos e explorados pela indústria e pela destruição que está ocorrendo na saúde das pessoas e na do planeta, nasceu o nome e portal Mimi Veg – Informação e compaixão por um mundo melhor.

Conto com vocês nessa jornada!

Com carinho,

Patrícia Arantes – Idealizadora e criadora do portal Mimi Veg

gratidao-agradecimento-obrigada-queassimsejaAgradecimentos

Agradeço de coração a todos que, de uma forma ou de outra, me auxiliaram a tornar este projeto uma realidade!

Em especial, minha gratidão:

* Ao meu marido Almir, amigo e companheiro para o que der e vier, que sempre apoiou todas as minhas decisões ao longo desses anos que estamos juntos. Sem ele, esse projeto não seria possível, pois o conhecimento imenso dele em comunicação e seu constante incentivo foram fundamentais para a concretização do portal e deste sonho. Obrigada, meu amor! Te amo!

* Ao Fábio Freitas, amigo querido que tenho o prazer de ter ao meu lado há vários anos, e fez o logo do Mimi Veg, com muito carinho e dedicação. Ficou lindo!

* A todos os colaboradores do portal, pois, sem eles, não teríamos esse conteúdo de ponta para compartilhar com as pessoas, e aos parceiros e anunciantes pelo apoio e confiança. Muito obrigada!

* A todos os meus amigos e parentes que me estimularam a colocar o projeto em prática. Muito obrigada!

* Aos profissionais que trabalharam na produção do portal. Agradeço pelo excelente serviço!

Obrigada, humanos do bem, que muitas bençãos retornem em dobro em suas vidas!!

Com carinho,

Patrícia Arantes – Mimi Veg

Missão

missaoPromover a propagação do conhecimento e troca de informações sobre a filosofia de vida vegana com o objetivo de mostrar às pessoas que é possível consumir produtos e se alimentar de forma ética, sem causar sofrimento aos animais, obtendo, assim, excelente qualidade de vida para todos, saúde e preservação do planeta.

Visão

visao– Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância do respeito e preservação dos animais, da saúde e do meio ambiente, o portal será direcionado a veganos, vegetarianos, pessoas em transição para o vegetarianismo, simpatizantes, protetores e defensores de animais, pessoas que primam por uma alimentação saudável e natural, que priorizam alimentos integrais, aos intolerantes à lactose, a celíacos e pessoas alérgicas.

Promover acesso a notícias, artigos, vídeos, agenda de eventos, seção de anúncios, entrevistas, receitas; dicas de hotéis e pousadas, restaurantes, lanchonetes, empreendimentos, docerias e cafés, entre outros; adoção de animais; lançamentos de novos produtos e voltados aos públicos citados acima; informações sobre alimentos naturais, sem glúten e integrais. Tudo voltado ao universo veg.

– Através do conhecimento e informação, as pessoas poderão optar por escolhas mais saudáveis, gerando saúde e qualidade de vida a todos. Os animais serão beneficiados, pois deixarão de ser o foco da alimentação, e o planeta ganhará com menos exploração e degradação, uma vez que as pessoas passarão a utilizar produtos mais naturais e ecológicos.

Valores

valores– Ética: levar conteúdo e informação de maneira ética, sem ocultar ou maquiar fatos. Fazer o que é correto, não o que é conveniente. Não passar por cima dos outros e não abrir mão dos próprios valores para atingir um objetivo;

– Comprometimento: com os animais, pessoas e planeta ao levar as informações de forma a beneficiar a todos;

– Responsabilidade: assumir nossa parte de responsabilidade no mundo, fazer o que é correto e ajudar a fazer do mundo um bom lugar para todos os seres vivos;

– Fidelidade: ser fiel aos nossos princípios, ideais, aos animais, ao planeta e a todos que estão ao nosso redor;

– Fé: em Deus, em nós, na vida, em conseguir alcançar nossos objetivos e em seguir nossos valores e metas;

– Paz: para fazer a diferença é preciso ter paz. E ela só vem quando estamos sendo fiéis ao que nos propomos e quando sabemos que estamos dando nosso melhor, fazendo a nossa parte no mundo;

– Confiança: confiar em nós, no que acreditamos e em nossos valores.

Patrícia Arantes

Patrícia Arantes

Formada em Educação Física, sempre me interessei pela saúde da mente e do corpo humano. Na época do vestibular, prestei para Comunicação também e passei nas duas áreas, mas acabei optando por Educação Física. O interessante é que a vida me apresentou diversos serviços e cursos na área de Comunicação, trabalho que realizo até hoje numa agência, mas a busca do bem-estar da saúde física e mental, principalmente junto à natureza e aos animais, sempre esteve presente em minha vida.

No início de 2009, conheci uma vegetariana e iniciei meu aprendizado sobre a crueldade com os animais e de onde e como chegavam até mim as carnes que consumia. Dias depois, fiz uma cirurgia e retirei a carne vermelha da alimentação. Na sequência, o frango e, por último, o peixe. Consultei o médico nutrólogo Dr. Eric Slywitch, que é especializado em dietas vegetarianas, para fazer as devidas reposições, pois meu objetivo era me tornar vegana também. Sempre recomendo a todos que busquem ajuda especializada ao realizar mudanças relacionadas à alimentação.

Comecei a me interessar por artigos sobre como o planeta é duramente afetado pela indústria da carne, entre outros, e, ao ler um post sobre o sofrimento das galinhas poedeiras e das vacas, ao serem separadas de seus bezerros no nascimento e os machos levados ao abate, ou descartados, não tive dúvida: parei de me alimentar com ovos, leite e derivados. Depois, me deparei com leituras sobre os testes em animais, o mel das abelhas, e por aí vai. Com tantas informações apresentadas, eu não podia mais compartilhar de tantos males ocasionados por uma cultura humana equivocada, cruel e destrutiva que é passada por gerações. Despertei para a causa animal e todos os impactos que a indústria e nós, consumidores, que a patrocinamos, causamos a nós mesmos, aos animais e ao planeta.

Por compaixão aos animais e para não mais compartilhar com as crueldades praticadas pela indústria contra eles, a nós e ao nosso tão sofrido planeta, me tornei naquele ano vegetariana. Quatro anos depois, virei vegana, dentro do que é possível e praticável, procurando abolir da minha vida todos os produtos que levam itens animais, testam ou praticam crueldades contra eles.

É preciso questionar, buscar informações, auxílio com profissional especializado e substituir as marcas que utilizam itens ou testam em animais, que agridem as pessoas e o meio ambiente, por outras que respeitam, preservam a vida e seguem uma linha ética, ecológica, orgânica ou natural.

Trabalhando com comunicação há muitos anos, percebi que a informação e o conhecimento geram mudanças significativas e muito positivas nas pessoas e na sua forma de viver. Com certeza o portal Mimi Veg levará reflexão sobre como nossas escolhas influenciam e podem modificar para melhor nossas vidas, as dos animais e a do planeta.

Unindo informação e compaixão, a mudança é inevitável!

Pense nisso e vem comigo! A caminhada é longa e dura em alguns momentos, mas é, acima de tudo, extremamente gratificante. E, claro: juntos, somos mais fortes!

Com carinho,

Patrícia Arantes – Idealizadora e criadora do portal Mimi Veg

Responsabilidade Social

planeta-responsabilidade-social-veganismo-vegan-vegetarianismo-alimentação-vegetalO portal Mimi Veg investe em responsabilidade social como exercício de consciência ecológica. Levamos, através de notícias, entrevistas e conteúdo específico o conhecimento e informação necessários sobre o meio ambiente e todos os seres que dele dependem para viver. Nosso objetivo é promover a conscientização sobre a parcela de responsabilidade que todos temos na preservação e manutenção do planeta.

Outro ponto que atuamos é no apoio a protetores de animais e Ong’s que realizam um trabalho sério ao difundir educação a famílias carentes, a retirada de animais doentes e abandonados das ruas, tratando, castrando e colocando-os para adoção assim que estiverem preparados.

As doações são feitas em espécie ou através de produtos, alimentos, medicamentos, roupas, jornais, brinquedos, objetos, entre outros que podem ser úteis aos animais.

Temos, inclusive, um espaço no portal destinado à adoção de animais para mais informações.

Desta forma, o portal Mimi Veg contribui para:

– Uma sociedade mais consciente sobre a importância de preservar e cuidar do meio em que vive;

– A valorização dos recursos naturais, para um ambiente mais limpo, durável e saudável;

– A conscientização do sofrimento a que milhares de animais são submetidos quando abandonados nas ruas, procriando continuamente, expostos a todo tipo de doença e violência;

– A conscientização de que os animais são serem sencientes (sentem medo, dor, angústia, entre outros), assim como os seres humanos, têm direitos e merecem ter uma vida plena e feliz;

– Um mundo melhor para os animais, pessoas e planeta.