Pele de animal e sintética: saiba a diferença para adquirir produtos livres de crueldade

0

Usar pele de animal é um ato sem compaixão e cada vez mais recriminado. Prova disso é que grandes marcas já a substituem por materiais sintéticos em suas coleções.

Ainda que esse progresso esteja acontecendo, muitas empresas continuam usando pele de animal em suas roupas. Mas, com alguns testes simples, você pode descobrir se a peça que está adquirindo é livre de crueldade ou não.

*Por Sascha Camili

Diante da notícia de que pelo de animal verdadeiro foi mal rotulado e vendido como falso, é seguro dizer que todos nós olhamos para nossos casacos e cachecóis esperançosos de que eles estejam livres de gato, cachorro ou qualquer outra criatura que possa ser encontrada nas roupas supostamente falsas, mas que, na verdade, continham produtos reais.

Notícias como esta nos lembra que o preço não é indício de que o pelo que você está comprando é real ou não. A indústria de pele de cães e gatos na China empurra peles todos os anos a preços bem baixos. Muitas vezes, encontramos nas prateleiras dos mercados ou em boutiques que vendem roupas baratas de pele. Apesar do fato de importar peles de cães e gatos ilegalmente nos EUA e na Europa, esse tipo de material ainda aparece regularmente no comércio, em diversos casos, rotulado como falso.

Isso não significa que você nunca mais poderá usar pele. Existem vários indicadores que ajudam a distinguir a pele real da falsa, certificando-se de que sua próxima compra seja sintética e não um produto do sofrimento.

Os três testes de verdadeiro ou falso para saber se é pele de animal ou não

1. Está nos detalhes. Observe cuidadosamente a ponta pelo no seu casaco. Os pelos dos animais tipicamente se afinam no final, enquanto a pele falsa permanece na mesma largura. Este não é um indicador infalível, no entanto: se o pelo foi cortado ou arrancado, ele não é necessariamente afunilado.

2. Verifique a base. A maneira mais segura de ver se o seu pelo é real ou falso é olhando para a base, onde ele se encontra com o apoio. O pelo falso é costurado em um suporte de tecido, e você verá a costura, enquanto o verdadeiro tem um apoio de couro.

3. Queime. Herdou um casaco de pele da sua mãe e você não tem certeza se é real ou falso? Faça o teste de queimadura: tire um pouco do material do casaco e coloque fogo. Se for real, vai queimar do mesmo jeito que o cabelo humano, enquanto que a pele falsa tem um cheiro plástico ao queimar.

Em caso de dúvida, nosso conselho é devolvê-lo na prateleira. Deixe claro para a loja ou empresa saber por que você não compra seus vestuários e mande uma mensagem poderosa.

*Fonte: Vilda Magazine
*Imagem: Pixabay



Deixe seu comentário