Londres sediará seu primeiro desfile de moda vegano e sem crueldade

0

A capital inglesa vai sediar seu primeiro desfile de moda vegano, que acontecerá em agosto. O evento exibirá roupas 100% veganas e promoverá produtos de beleza e de alimentação cruelty-free. Com isso, mostra que grandes marcas do mundo da beleza e da moda estão percebendo a importância do veganismo no mundo.

*Por Charlotte Pointing para o Livekindly

Londres vai sediar seu primeiro desfile de moda vegano, o Bare Fashion. A revista de moda e estilo Vegan Food and Living é a organizadora.

O evento acontecerá em 16 de agosto, no Boiler House Room, leste de Londres. As roupas, 100% veganas e sem crueldade, foram produzidas por designers britânicos e internacionais para o outono (primavera no Brasil). Produtos de beleza também farão parte do desfile, além de comida vegana e coquetéis oferecidos aos participantes.

“Certamente será uma noite imperdível para quem quer expandir seu conhecimento sobre o mercado vegano de roupas e beleza numa noite divertida, empolgante e eticamente gratificante”, afirma a Vegan Food and Living em seu site.

O primeiro lote de ingressos para o desfile, produzido por John Walters e estilizado por Rebekah Roy, estão disponíveis até o dia 6 de julho e custam £ 8. Os demais ingressos custam £ 12. Um pacote VIP também está disponível, custando £ 35, que inclui entrada para o show de trinta minutos, um jantar vegano do vendedor de comida vietnamita Eat Chay, uma maquiagem de glitter ecológica, e uma sacola cheia de guloseimas veganas e cruelty-free no valor de £ 50.

O Pana Chocolate, o Hetty + Sam, o Ethics e o Eco Glitter Fun são apenas alguns dos fornecedores que estarão presentes no evento. Muitos outros serão anunciados nos próximos meses.

Desfile de moda vegano representa uma indústria que está se abrindo ao veganismo

As indústrias da beleza e da moda têm mudado para uma economia mais sustentável nos últimos meses. Livres de crueldade e rumo a um futuro vegano. Designers como Stella McCartney, estão liderando o caminho.

A Gucci, a DKNY e a Versace são apenas algumas das principais marcas de estilistas que anunciaram que ficarão livres de peles de animais. Marcas de rua, como Topshop, Gap, Banana Republic e Old Navy, também declararam sua decisão de banir o Mohair, um tecido que vem da pele de cabra.

Revistas de moda também estão aderindo, como a InStyle. Ela se tornou a primeira revista a proibir roupas de peles em suas páginas em abril.

“A maré está se voltando para alternativas livres de roupas de pele animal na indústria da moda”, disse Laura Brown, editora-chefe da revista. “E estamos orgulhosos de fazer parte disso. Avante!”.

*Fonte e imagem: Livekindly



Deixe seu comentário