Carnaval: crueldade e morte de animais com uso de penas e plumas

0

Quem admira as cores, penas e plumas do Carnaval, muitas vezes nem imagina o tamanho da crueldade e morte de animais nesse processo. Isso porque, para que essa folia aconteça, a vida de aves, como pavões, avestruzes, faisões e gansos é o maior custo.

Em geral, esses bichos são criados em países como África do Sul, China e Índia. O Brasil é um dos maiores importadores de penas e plumas, apenas para o Carnaval.

O que os admiradores desta festa brasileira podem não saber é o procedimento extremamente doloroso por qual passam os animais. As aves são amarradas, têm seus pescoços levantados à força e as penas são arrancadas uma por uma. Além da dor que elas passam, ainda ficam com suas peles expostas ao sol e correm o risco de graves infecções. Desta forma, muitas acabam morrendo.

E todo esse sofrimento custa muito caro. Uma pena de faisão, por exemplo, pode valer até 23 euros, cerca de R$ 100.

Crueldade e morte de animais patrocinadas pelas escolas de samba

Os Grupos Especiais das escolas de samba do Rio de Janeiro e São Paulo consomem por volta de 3 toneladas de penas. Sobre as plumas de avestruz, 20% delas são destinadas ao carnaval brasileiro, enquanto a outra parte é usada pela indústria de espanadores.

As plumas são divididas entre Choronas – mais caras por serem perfeitas, com as pontas arredondadas – e Espigão – que são as defeituosas. E, para cada quilo deste material, é necessário o sofrimento de dois animais.

Cada escola do grupo especial usa, por ano, por volta de 70 a 150kg de penas. E cada kg custa mais ou menos R$ 2.500.

Este é o valor aproximado que o carnaval brasileiro paga pelo sofrimento de milhares de animais todos os anos. Você pode confirmar estas informações no vídeo a seguir:

Já existe no site Change.org uma petição pelo fim do uso de penas e plumas nos desfiles de Carnaval. Você pode ajudar a lutar contra esse tipo de crueldade assinando aqui.

A petição chama a atenção para que os dirigentes das escolas de samba se sensibilizem com o sofrimento dessas aves e pede que eles façam a substituição por materiais sintéticos.

O Carnaval é uma festa que atrai os olhos do mundo inteiro. Mas, para ser bonita, não precisa ser responsável pelo sofrimento de milhares de animais. Já passou da hora das escolas de samba tomarem consciência e encontrarem uma alternativa para pouparem a vida e a integridade destes animais e substituírem suas penas e plumas.

*Fontes: Crueldade Animal do Carnaval / The Uniplanet / Não acredito

*Imagem: Pixabay



Deixe seu comentário