Vida de um Cão abandonado

0

O filme Vida de um Cão abandonado foi produzido em Mumbai pela ONG World for All Animal Care & Adoption, que trabalha para salvar e encontrar um lar para animais abandonados. O objetivo foi mostrar a rotina de um animal abandonado na Índia e sua luta para sobreviver diariamente.

Com uma câmera no pescoço, o cão vaga pelas ruas em busca de alimento, água, carinho… As imagens são tocantes e nos leva a refletir:

– Teríamos capacidade de sobreviver na rua?

– Haveria mais opções para nós, humanos, do que para aquele cão?

Vida de um Cão abandonado ajuda a mudar o olhar sobre a adoção

O filme toca o coração das pessoas e faz com que elas vejam o quão difícil é a vida de um animal abandonado. A adoção salva vidas e é um gesto de extremo amor!

Milhares de animais são abandonados nas ruas do mundo todo ou já nascem nessa condição. A maioria morre antes de completar 2 anos de vida. A superpopulação de animais, além de promover extremo sofrimento a eles, também traz consequências sanitárias. Animais doentes, sem cuidados médicos, definham nas ruas e espalham doenças uns aos outros, que podem atingir a população.

Cabe a cada um de nós, ao se deparar com um animal abandonado, proporcionar os devidos cuidados que ele necessita, além de ajudá-lo a encontrar um lar responsável e amoroso, caso não seja possível adotá-lo.

As ONGs estão, em sua maioria, lotadas. Tirar uma foto, publicar nas redes sociais e esperar que alguém resgate é condenar o animal à morte. Um lar temporário pode ser uma solução inicial, até que o animal seja cuidado, se recupere e colocado para adoção já castrado, de preferência.

Lembre-se daquela frase de Jim Willis:

“Olhei para os animais abandonados no abrigo… Os renegados da sociedade humana. Vi em seus olhos amor e esperança, medo e horror, tristeza e a certeza de terem sido traídos. Eu me revoltei e rezei: “Deus, isso é horrível! Por que o Senhor não faz nada a respeito?”. E Deus respondeu: “Eu fiz. Eu criei você”.

Assista ao filme Vida de um Cão abandonado a seguir:

*Fonte: WorldForAllVideos

*Imagem: divulgação


Você também pode gostar de ver:

Fulaninho, o cão que ninguém queria

Kitbull

Take me home – “Leva-me com você”



Deixe seu comentário