Estudante de 18 anos do Pará desenvolve tijolo de caroço de açaí

0

A estudante paraense Francielly Rodrigues Barbosa, de 18 anos, criou um tijolo de caroço de açaí, capaz de reduzir impactos ambientais. Além disso, o material pode ajudar os moradores do município onde ela vive, em Moju (PA).

De acordo com a jovem pesquisadora, o caroço do fruto tem uma substância, denominada de lignina, que tem a capacidade de impedir o ataque de fungos. O elemento posterga a decomposição de materiais de construção, evitando que casas se deteriorem.

Francielly teve a ideia de criar o tijolo depois de saber sobre os problemas relacionados ao odor e às rachaduras nas casas de um bairro na cidade de Moju. A estudante descobriu que muitas residências da região haviam sido construídas em terrenos que eram usados como locais de descarte de lixo. A decomposição dos materiais descartados afetava as edificações.

A adolescente decidiu, então, pesquisar qual material não ia agredir o meio ambiente. Ela queria aproveitar a fundação já existente de uma forma segura e sustentável. Foi assim que surgiu o tijolo à base de açaí.

Ela conseguiu, ainda, uma parceria com a Universidade de São Paulo – USP. A instituição e a pesquisadora têm o objetivo de realizar pesquisas sobre outras aplicações para alvenaria com o tijolo de caroço de açaí.

Jovem que criou tijolo de caroço de açaí ganha reconhecimentos nacionais e internacionais

A estudante do Pará já ganhou diversos reconhecimentos por sua criação. Em 2019, ela participou da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia – Febrace e ganhou cinco prêmios.

Ela já recebeu, inclusive, uma viagem aos Estados Unidos, para conhecer a Universidade de Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts – MIT. Ao todo, a jovem pesquisadora conseguiu mais de 15 prêmios.

A adolescente planeja se graduar em algum curso na área de STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

*Imagem: arquivo pessoal de Francielly Rodrigues Barbosa

Você também pode gostar de ler:

Brasileiros desenvolvem espuma que retira agrotóxicos de alimentos

Empresa vietnamita faz canudos biodegradáveis com capim

Supermercado da Tailândia substitui plástico por folhas de bananeira para embalar seus produtos



Deixe seu comentário