Sem carne, por favor!

0

O documentário Sem Carne, por favor! foi desenvolvido pela equipe de comunicação da TV Assembleia Legislativa de Roraima, da região norte do país, com o objetivo de esclarecer as pessoas sobre o vegetarianismo e suas vertentes. O canal busca se aprofundar em assuntos de grande relevância na atualidade, que não seriam abordados com tantos detalhes em jornais diários, já que o tempo é mais reduzido.

A produção apresenta o depoimento de pessoas que escolheram adotar a dieta vegetariana e mostra por quais motivos elas optaram por esse tipo de alimentação.

Seja por questões de saúde ou pelo respeito aos direitos dos animais, os adeptos do vegetarianismo relatam que se sentem melhores com seu novo modo de vida.

O documentário também conta com a participação da nutricionista Kecyane Martins. Ela explica como é possível adotar uma alimentação sem ingredientes de origem animal e reforça a importância de ter um acompanhamento médico na dieta adotada.

A produção roraimense pretende que os espectadores entendam mais sobre o vegetarianismo e as motivações de quem adere a essa forma de se alimentar.

Sem Carne, por favor! destaca as vertentes do vegetarianismo

O jornalista Johann Barbosa, que apresenta e dirige o média-metragem, explica, ainda, quais são as vertentes do vegetarianismo: ovolactovegetarianismo (que não consome carne, mas aceita laticínios e ovos); lactovegetarianismo (que não aceita carne e ovos, mas, sim, laticínios); vegetarianismo estrito (que não consome nenhum tipo de carne, ovos, mel, laticínios e nenhum alimento de origem animal) e veganismo (que não aceita o consumo de nenhum produto de origem animal ou que neles foram testados. Desta forma, vai além da alimentação).

A produção menciona também o crudivorismo. Esse tipo de dieta vegetariana só permite ingerir alimentos crus, frescos e integrais, sem cozimento.

Confira o documentário Sem Carne, por favor!:

Ficha técnica:

Sem Carne, por favor!
2019
Direção e produção: Johann Barbosa
Duração: 28min7s

*Fontes: TV Assembleia; David Miranda; Roraima em Foco

*Imagem: divulgação/TV Assembleia



Deixe seu comentário