Novo documentário ‘Running for Good’ apresenta a atleta vegana Fiona Oakes

0

O documentário Running for Good – Correndo pelo Bem é mais uma produção de Keegan Kuhn, co-diretor de “Cowspiracy” e “What the Health”. O videodocumentário conta a história da maratonista vegana Fiona Oakes e sua relação com o veganismo. Kuhn quis valorizar Oakes, uma atleta que fez grandes feitos, mas pouco reconhecida mundialmente. A esportista deixa claro que seu objetivo não é obter sucesso, mas sim, conscientizar as pessoas sobre os animais.

*Por Tanya Flink para o LiveKindle

O co-diretor de “Cowspiracy” e “What the Health” tem trabalhado arduamente. Em agosto, Keegan Kuhn estreou seu novo projeto solo, “Running for Good – Correndo pelo Bem”. O filme conta a história da ultramaratonista vegana Fiona Oakes, uma poderosa atleta que, apesar de suas realizações extraordinárias, recebeu pouco reconhecimento da mídia.

Running for Good – Correndo pelo Bem: quem é Fiona Oakes

Oakes é uma mulher de 49 anos que trabalha num santuário com o marido, em Asheldham, no Reino Unido. Ela é tranquila, trabalhadora e despretensiosa. Essas características servem como uma completa justaposição à sua reputação de corredora de elite. Apesar de uma doença adolescente incapacitante que a deixou sem rótula, a esportista é recordista mundial em corridas de maratona.

Ela possui três recordes de maratonas e mais cinco feitos históricos no esporte em geral. O filme aborda suas várias vitórias, mas tudo isso está ligado à narrativa maior, que documenta sua experiência na formidável Maratona Des Sables (MDS), também conhecida como a “corrida mais difícil da Terra”.

Oakes embarca nessa maratona pela simples razão de conscientizar as pessoas sobre os animais. É o único motivo pelo qual ela corre. No filme, ela afirma que não gosta particularmente de correr e que não pratica essa atividade pela fama. Ela faz isso pelos animais.

Elisabet Barnes, duas vezes vencedora do MDS, disse em um comunicado à imprensa que “Fiona é um atleta e ser humano verdadeiramente notável. Ela desafiou todas as probabilidades de se tornar uma corredora recordista mundial, apesar de uma lesão horrível. Seu senso de propósito é tão forte que nada pode impedi-la. No entanto, ao mesmo tempo, ela é uma das pessoas mais humildes e altruístas que conheci”.

MDS é uma corrida de resistência autossustentável de seis dias, em todo o deserto do Saara. Os maratonistas devem percorrer 250 km (aproximadamente uma maratona por dia) de areia não pavimentada, rochas, leitos de riachos e morros íngremes.

O filme mostra a beleza e a traição dessa paisagem desértica, verificando Oakes, enquanto ela caminha pelos quilômetros de terreno implacável.

“Running for Good” já está disponível para compra. Clique aqui para adquirir.

*Fonte: LiveKindle

*Imagem: Running for Good

 



Deixe seu comentário