Produtos à base de plantas aumentaram 62% em 4 anos, diz novo relatório

0

Os produtos à base de plantas estão em expansão no mercado, conforme uma pesquisa realizada pela Innova Market Insights. O levantamento mostrou que a quantidade de ingredientes veganos nos rótulos das mercadorias aumentou 62%, entre 2013 e 2017. Além disso, as empresas estão investindo em mais variedades de componentes, oferecendo diversas opções aos consumidores.

*Por Kat Smith para o Livekindly

Produtos baseados em plantas estão em ascensão em todo o mundo, de acordo com dados da principal empresa de pesquisa de mercado de alimentos e bebidas, a Innova Market Insights. O relatório revelou que o número de produtos que fazem referência a ingredientes “à base de plantas” nos rótulos aumentou em 62% entre 2013 e 2017.

O leite à base de plantas liderou em termos de crescimento geral. O mercado global desse leite deverá atingir US $ 16,3 bilhões este ano. No ano passado, foram registrados US $ 9,8 bilhões.

A Innova observa que os novos produtos lácteos à base de plantas representaram 8% dos lançamentos globais de laticínios em 2017. Além disso, embora haja também uma crescente disponibilidade em categorias como iogurte e sorvete, os produtos lácteos veganos mais do que dobraram em todo o mundo. Essa expansão se deu ao longo de um período de cinco anos.

“O mercado de alternativas lácteas tem sido um beneficiário particular desta tendência”, disse Lu Ann Williams, diretora de inovação da Innova Market Insights. “Há uma crescente disponibilidade e promoção de opções baseadas em vegetais para linhas de laticínios tradicionais, especificamente bebidas lácteas e produtos cultivados, como iogurtes, sobremesas congeladas e sorvetes”.

“Na tentativa de oferecer algo novo, estamos começando a ver uma variedade de ingredientes à base de plantas. Isso inclui cereais como arroz, aveia e cevada”, acrescentou Williams.

Marcas também começaram a ramificar além das amêndoas, para variedades de leite à base de nozes. “Notamos um aumento de nozes, como amêndoas, avelãs, castanhas de caju, nozes e macadâmias. Além de coco e opções mais incomuns, como tremoço, cânhamo e semente de linhaça.”

Produtos à base de plantas: carnes sem ingredientes de origem animal também estão liderando as vendas

As carnes veganas também estão em alta, onde as vendas globais devem chegar a US $ 4,2 bilhões até 2022. Ingredientes como vegetais, grãos e soja devem ser os principais componentes que lideram o crescimento da categoria. Dados recentes mostram que o glúten de trigo deve crescer nos próximos anos, particularmente na região da Ásia-Pacífico.

O relatório conclui que a conscientização sobre os riscos à saúde associados à carne e mercadorias lácteas, combinada com preocupações relacionadas à sustentabilidade ambiental e à ética do uso de animais para alimentação, estão desempenhando um papel importante na expansão de produtos à base de plantas em todo o mundo.

*Fonte: Livekindly

*Imagem: divulgação



Deixe seu comentário