Porcos são abandonados em fazendas na Espanha para morrerem afogados

0

Cerca de 1.000 porcos morreram afogados depois das fortes chuvas que atingiram a cidade de Villafranca de Ebro, na província de Saragoça, na Espanha, na semana passada.

Os donos de mais de 40 fazendas foram avisados pelos moradores da possibilidade de cheias na região. No entanto, os proprietários optaram por não retirar os animais dos locais, levando-os à morte por afogamento. Alguns deles também foram arrastados pela forte correnteza.

Os ativistas dos direitos animais chegaram a um dos locais a tempo de filmar a tragédia. A denúncia do crime cometido contra os porcos precisava ganhar o mundo, pois eles também foram impedidos de ajudar os animais. Nas imagens é possível ouvir os gritos dos porcos enquanto eram levados pela água.

O vídeo contém imagens fortes. Clique aqui para assistir.

Fazendas onde porcos morreram já foram palco de outra tragédia animal

Um fato aterrorizante chama a atenção nesta história. As fazendas onde os porcos morreram nesta enchente são as mesmas que deixaram outros animais perderem a vida da mesma forma em 2015.

O governo local também tem responsabilidade sobre o acontecido. De acordo com o partido espanhol PACMA – Partido Animalista, em novembro do ano passado foi apresentado às autoridades locais um Plano de Evacuação de Catástrofe Animal. Mas, o plano não foi aprovado. Uma das bandeiras de atuação do PACMA é pela necessidade de implantação deste projeto.

Ciente da nova previsão de enchentes na região, o partido voltou a informar o Governo da comunidade autônoma de Aragão sobre o risco que os animais corriam. Mas, novamente, nada foi feito.

O desastre de 2015 deixou mais de 10 mil animais mortos. Ao que parece esta tragédia não foi suficiente para despertar nas autoridades locais a necessidade da implantação do Plano de Evacuação de Catástrofe Animal.

O PACMA segue com sua luta em defesa dos animais. O partido continuará fazendo denúncias para salvar os bichos que sofrem exploração e maus-tratos. Isso tudo porque: os animais são importantes.

Fontes: Notícias ao Minuto e PACMA

Imagem: Reprodução Facebook/PACMA



Deixe seu comentário