Por que amamos cachorros, comemos porcos e vestimos vacas

0

O livro Por que amamos cachorros, comemos porcos e vestimos vacas investiga os motivos que levam a sociedade a ingerir determinadas espécies e outras não. Essa filosofia é designada de carnismo.

Lançado em mais de dez países, a obra apresenta questionamentos que fazem o leitor ficar instigado e compreender o processo psicossocial envolvido na cultura alimentar. De maneira prática, a publicação faz com que o público se imagine em situações, como, por exemplo, em um jantar.

E, ao saborear uma carne imaginária, se veja descobrindo que ela seja de um cão, e não de outro animal mais comumente utilizado como alimento. O leitor, então, se choca com seus próprios pensamentos, ao perceber que fica enojado em comer um cachorro, mas acha normal se alimentar de uma vaca.

Essas questões têm o objetivo de promover a seguinte reflexão: por que a sociedade acha comum se alimentar de um boi, por exemplo, mas adota um cachorro como animal de estimação?

Por que amamos cachorros, comemos porcos e vestimos vacas: publicação faz leitor entender por que seleciona animais para o consumo

Ao longo do livro, a autora explica que o carnismo acontece porque grande parte da população está acostumada com a diferenciação dos animais, tanto pela cultura ou por razões históricas de seu povo. Essa percepção está inserida inconscientemente na mente dos indivíduos.

Melanie Joy mostra que o ser humano escolhe qual carne é comestível, por ideologias que foram impostas. Segundo a autora, o leitor deve se questionar sobre a verdadeira razão de ingerir aquele determinado animal. No livro, a pesquisadora esclarece que a resposta a esse comportamento está no que ela denomina de 3 N’s: normal, natural e necessário. Além do mito da necessidade do consumo de proteínas animais.

A obra também cita que essa mentalidade vem mudando em alguns países, como Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido, em que o consumo de carne está sendo reduzido e trocado por proteínas vegetais. Um dos objetivos da autora, ao desenvolver o livro, é induzir o leitor a perceber o problema e mudar seu modo de pensar.

Ficha técnica:

Livro: Por que amamos cachorros, comemos porcos e vestimos vacas
Editora: Cultrix
Autor: Melanie Joy
Páginas: 198
ISBN: 9788531612572
Formato 21 x 14 cm – brochura
Valor: consultar nas principais livrarias do País

Sobre a autora de Por que amamos cachorros, comemos porcos e vestimos vacas – Melanie Joy

Professora de psicologia e sociologia na Universidade de Massachusetts, em Boston (EUA), Melanie Joy é Ph.D em psicologia social. É ativista animal e criou o termo “carnismo”, que designa a escolha de determinadas espécies para consumo de carne. Ela também é autora do livro “Strategic Action for Animals”.

*Fonte: Assessoria de Imprensa do Grupo Editorial Pensamento

*Imagem: Alina Mosonyi / divulgação

 



Deixe seu comentário