PL dos bois: deputados manobram durante dias e adiam votação; ativistas fazem vigília

0

PL dos boisO PL dos Bois, como é popularmente conhecido o Projeto de Lei 31/2018, teve votação adiada pela quarta vez consecutiva nesta quinta-feira (05). Diversos ativistas se reuniram na ALESP (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), para acompanhar a votação e pressionar a aprovação. Porém, novamente saíram do local sem resultados positivos, após várias horas de vigília.

A pauta estava prevista para ser debatida durante a segunda sessão extraordinária da Casa. Aproximadamente às 19h30, os deputados informaram que o projeto ocupava a 24ª posição na lista de itens que seriam discutidos. A assembleia foi encerrada por volta das 23h, sem que o PL fosse avaliado.

PL dos Bois: manobras políticas impedem que a pauta seja votada

De autoria do deputado estadual Feliciano Filho (PRP-SP), o PL dos Bois foi inicialmente pautado para o dia 26 de junho. Entretanto, o pleito não ocorreu e foi adiado para 03 de julho. Em decorrência do falecimento do ex-deputado Wagner Lino (PT), os parlamentares suspenderam a sessão, em luto pela morte do político.

O colégio de líderes concedeu caráter de urgência na assembleia do dia 04 e protelou a pauta para quinta-feira (05). Enquanto políticos favoráveis ao PL faziam pressão para a pauta entrar em debate, havia também deputados que tentavam postergar a votação mais uma vez.

A sessão foi finalizada e o projeto não foi votado, sem uma data confirmada para voltar à pauta dos parlamentares.

Ambientalistas, ativistas, ONG’s e políticos ligados à causa animal temem que o PL só volte a ser debatido depois do recesso parlamentar, como esperam os representantes do setor agropecuário.

Projeto de Lei prevê o fim do embarque de animais vivos no Estado de São Paulo

PL dos bois

O PL 31/2018 foi criado após a indignação com a situação dos bois que são exportados em condições precárias para o exterior. Em fevereiro deste ano, denúncias sobre os maus-tratos aos 27 mil bois que embarcariam à Turquia vieram à tona. Em revolta aos acontecimentos, vários atos foram realizados.

O deputado estadual Feliciano Filho desenvolveu o PL dos Bois e incluiu em seu texto o episódio do Porto de Santos, além de fatos semelhantes ocorridos no Porto de Barcarena, no Pará, em 2015. O projeto começou a ser tramitado em fevereiro e em junho foi posto para votações na ALESP.

*Fontes: UOL;  Nação Vegana Brasil; Deputado Estadual Feliciano Filho; Globo Rural

*Imagens:  Nação Vegana Brasil e Deputado Estadual Feliciano Filho



Deixe seu comentário