Luisa Mell resgata mais de 1,5 mil animais vítimas de maus-tratos em canil

0

Na última quarta-feira (13), o Instituto Luisa Mell recebeu a denúncia de animais vítimas de maus-tratos no canil Céu Azul, na cidade de Piedade, interior de São Paulo. No local, havia mais de 1500 cães em condições precárias. O estabelecimento vendia os animais para a Cidade de São Paulo, inclusive para grandes redes como a Petz, e para o interior, conforme informou Luisa.

Os animais eram mantidos presos em gaiolas, em situações inadequadas de higiene. Muitos estavam debilitados, feridos e cegos. De acordo com a Polícia Ambiental, o espaço não atendia ao código sanitário e às legislações estaduais e municipais. Ao averiguarem o canil, que também não tinha alvará de funcionamento, as autoridades decidiram interditá-lo.

De acordo com a ativista Luisa Mell, esse foi o maior resgate já feito por sua equipe. “Minha equipe foi para o local imediatamente quando me mandaram as imagens de cães vivendo em gaiolas. Percebi que não tinha escolha. Estamos aqui realizando o maior resgate já feito pelo Instituto e qualquer outra ONG que temos notícia”, declarou em suas redes sociais (veja aqui).

A ativista precisou pedir apoio para poder abrigar os mais de 1500 cães do canil. Com o apoio que recebeu, Luisa conseguiu alguns locais para acomodar os animais. Segundo ela, os primeiros duzentos que foram regatados estavam doentes e os demais farão exames nesta semana (confira aqui).

Animais vítimas de maus-tratos em canil de Piedade: posição da Petz

A Petz divulgou uma nota, informando que suspenderá o relacionamento com o canil denunciado e que ajudará nas investigações. “Estamos acompanhando as investigações do caso e já nos colocamos à disposição das autoridades para auxiliar no que for necessário”, notifica.

O presidente da empresa, Sergio Zimerman, informou nas redes sociais que a Petz vai revisar os processos com os demais criadores. “Se nós não tivermos condições de assegurar que isso não ocorra mais, nós tomaremos a decisão de não vendermos mais filhotes nas nossas lojas”, disse (veja aqui).

Animais vítimas de maus-tratos em pet shops

Esse tipo de denúncia não é algo inédito no país. Com frequência, ONGs de proteção animal são solicitadas para resgatarem animais vítimas de maus-tratos em canis, localizados em diversas regiões do país e do mundo.

O programa Fantástico, da emissora de TV Globo, exibiu no segundo episódio da série “Vida Animal – Segunda Chance”, mais casos de pet shops que mantém animais em péssimas condições e mostra a realidade desses espaços (assista aqui).

No Reino Unido, para acabar com esse tipo de situação, foi criada a lei “Lucy’s Law”. A nova norma proíbe a venda de animais com menos de 6 meses de idade (saiba mais aqui).

*Fontes: Luisa Mell; G1

*Imagem: Luisa Mell



Deixe seu comentário