Jumentos sofrem maus-tratos e morrem por falta de alimentação e água no Nordeste

0

A cidade de Itapetinga – Bahia, está sendo cenário de crueldade contra jumentos. Milhares desses animais estão sendo levados para uma fazenda contratada por uma empresa chinesa, com o objetivo de serem abatidos em um frigorífico local. Os animais ficam em péssimas condições de higiene e não são alimentados corretamente. Muitos acabam morrendo devido aos maus-tratos e extremo sofrimento.

Ao saberem das denúncias, o Fórum Animal (saiba mais aqui) e a Bicho Feliz (confira mais informações aqui), entidades que lutam contra o abate de jumentos no Nordeste desde 2016, fizeram uma representação ao Ministério Público. Porém, o órgão somente enviou uma recomendação aos acusados.

Na última quinta-feira (06), uma equipe coordenada pela Gislaine Brandão, da Bicho Feliz, junto com membros da SOS Animal, visitou a fazenda em que estão mantendo os jumentos. O objetivo da comitiva era verificar o estado dos animais e ter reuniões com as autoridades locais.

Jumentos de Itapetinga: episódio vergonhoso de maus-tratos

Ao chegarem ao local, o grupo constatou os maus-tratos aos jumentos, que estavam em péssimas condições. Nas margens do rio Catolé Grande, havia muitos corpos dos animais, em fase de composição. Os sobreviventes apresentavam diversas mutilações e fêmeas prenhas estavam dando à luz em um estado precário.

As equipes estimam que aproximadamente dois mil jumentos, de várias partes do Nordeste, estão sendo enviados a esta fazenda. Foi verificado que os animais chegam debilitados e muitos morrem por falta de água e alimento.

Veja aqui o vídeo da Gislaine Brandão, dando declarações sobre a fazenda.

O que será feito para acabar com a crueldade

Além do Ministério Público da Bahia, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia e a Delegacia de Polícia local também foram notificadas sobre o crime ambiental que está sendo cometido em Itapetinga.

A Frente Nacional em Defesa dos Jumentos pretende entregar um documento ao governador Rui Costa sobre o caso.

O Fórum Animal está enviando auxílio financeiro para o resgate dos jegues e busca angariar mais verbas para a criação de um santuário para os jumentos abandonados.

Jumentos estão sofrendo abandono há anos no Nordeste

De acordo com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito), de janeiro a junho de 2017, mais de 6.600 jumentos foram resgatados de estradas da região (saiba mais aqui). O abandono é causado pelo avanço de equipamentos tecnológicos, que estão mais acessíveis aos ruralistas. Desta forma, os produtores locais deixam de incluir os animais em suas atividades domésticas e econômicas.

Segundo o Detran, os animais salvos são enviados para a fazenda Paula Rodrigues, em Santa Quitéria – Ceará, que é uma espécie de santuário dos jumentos.

*Fontes: Fórum Animal; Facebook do Fórum Animal; G1

*Imagem: Fórum Animal



Deixe seu comentário