Efeitos da insônia na nossa pele e saúde

0

Dormir pouco prejudica a pele e a saúde. A insônia provoca diversos efeitos na derme, como o envelhecimento precoce, por exemplo. Ela pode causar, ainda, diabetes e problemas cardíacos. Para evitar esses malefícios, é preciso tomar uma série de cuidados, além de aplicar produtos específicos na pele ou escolher os veganos, orgânicos e naturais, que amenizam os danos de uma noite mal dormida.

Insônia danifica a pele e o organismo

De acordo com a dermatologista Christiane Gonzaga, dormir pouco e mal provoca o aumento da produção do hormônio do estresse, o cortisol, que afeta negativamente a pele (saiba mais aqui). Além disso, a insônia gera a diminuição de substâncias calmantes e reparadoras. Dessa forma, a pele perde a elasticidade e o viço, causando olheiras na região dos olhos e o surgimento de rugas e linhas de expressão (leia mais aqui).

O que também provoca o envelhecimento facial é a interrupção da renovação das células. Durante o sono, o corpo renova as partículas da pele e, ao dormir pouco, esse processo é prejudicado, segundo a dermatologista Kaliandra Cainelli (veja mais aqui).

Conforme a dermatologista Tatiane Curi, a privação do sono desregula, ainda, a formação de colágeno, proteína responsável pela firmeza da pele (confira mais aqui).

Além dos danos provocados na derme, a insônia prejudica o corpo como um todo. O cortisol gerado pela falta de sono também faz o organismo ficar mais suscetível à perda de peso e ao desenvolvimento da diabetes tipo 2, já que a substância é responsável pela resistência à insulina (entenda mais aqui).

Dormir pouco com frequência pode causar problemas psicológicos, como depressão e ansiedade. O insone tem a possibilidade, ainda, de adquirir complicações cardíacas e hipertensão (saiba mais aqui).

Como evitar a insônia

A pessoa que sofre com insônia precisa mudar alguns hábitos. De acordo com a dermatologista Christiane Gonzaga, comer pouco antes de dormir e manter o quarto bem escuro, são práticas que ajudam a ter uma noite de sono melhor (leia mais aqui). Praticar atividades físicas, ao menos três vezes na semana, também auxilia nessa questão (veja mais aqui).

Caso a insônia persista, mesmo após adotar essas dicas, é preciso procurar a ajuda de um especialista.

Como amenizar os danos provocados na derme pela insônia e por noites mal dormidas

Se você estiver sofrendo com insônia ou simplesmente possui uma rotina que não permite dormir mais de 7 horas por noite – quantidade mínima recomendada por especialistas (veja aqui) – há alguns hábitos que podem ajudar a reduzir os efeitos nocivos na pele, causados por uma má noite de sono.

Segundo a dermatologista Kaliandra Cainelli, beber bastante água, higienizar o rosto, retirar a maquiagem antes de dormir e hidratar a pele, são alguns cuidados necessários para ajudar a reduzir os danos da insônia (veja mais aqui).

Insônia: escolha produtos veganos, orgânicos e naturais para cuidar da sua pele

Para uma boa limpeza e hidratação facial, dê preferência a produtos veganos, orgânicos e naturais. Ao cuidar da sua pele com eles, você não envia mais substâncias maléficas ao seu organismo. Um organismo que está suscetível à falta de colágeno e ao aumento de cortisol, devido à insônia, sofrerá ainda mais com os danos provocados por cremes convencionais, repletos de elementos químicos.

Os produtos convencionais possuem componentes tóxicos, como o parabeno, por exemplo. Esse tipo de substância, utilizada em uma variedade de cosméticos, pode causar alergias, irritações e até mesmo câncer de mama (entenda mais aqui).

Os produtos veganos, orgânicos e naturais possuem substâncias naturais, que cuidam melhor da sua pele. Alguns fabricantes, por exemplo, usam açaí, que combate naturalmente os radicais livres – substâncias provocadas também pela insônia (leia mais aqui) –, regenerando a pele (saiba mais aqui).

Ao escolher produtos veganos, você deixa de colaborar, ainda, com o sofrimento de diversos animais. Esse tipo de mercadoria não leva ingredientes de origem animal em sua composição. Além disso, não testam em animais (veja mais aqui).

Os orgânicos, por sua vez, não têm agrotóxicos e causam menos impacto no meio ambiente (confira aqui). Eles utilizam matérias-primas extraídas diretamente da natureza, assim como os naturais, gerando muitos benefícios à sua pele (saiba mais aqui).

Para ter uma pele mais bonita e saudável, escolha por produtos veganos, orgânicos e naturais.

*Fontes: Dermaclub; Cuidados pela Vida; Minha Vida; Arte dos Aromas

*Imagem: divulgação



Deixe seu comentário