Na Indonésia, baleia é encontrada morta com 6 kg de plástico no estômago

0

Uma baleia foi encontrada morta, no dia 19 de novembro, na Indonésia. Em seu estômago, havia 6 kg de plástico. De acordo com os oficiais do Parque Nacional de Wakatopi, local em que ela foi achada, havia copos, garrafas e sacolas plásticas, além de chinelos, dentro do corpo do mamífero. O caso chocou protetores de animais, ativistas e ambientalistas em todo mundo.

*Por redação da BBC

Uma baleia foi encontrada morta em um parque nacional na Indonésia. O corpo dela tinha quase 6 quilos de resíduos de plástico em seu estômago, dizem os oficiais do espaço.

Entre os itens localizados, havia 115 copos, 4 garrafas plásticas, 25 sacolas plásticas e 2 chinelos.

A carcaça do mamífero de 9,5 metros foi achada nas águas próximas à ilha de Kapota, no Parque Nacional de Wakatobi, no dia 19 de novembro.

A descoberta causou consternação entre os ambientalistas.

“Embora não tenhamos sido capazes de deduzir a causa da morte, os fatos que vemos são realmente terríveis”, disse Dwi Suprapti, coordenadora de conservação de espécies marinhas na WWF Indonésia. Não foi possível dizer se o plástico causou a morte da baleia, devido ao seu estado avançado de decadência, acrescentou ela.

Sudeste Asiático é um dos grandes responsáveis pelo acúmulo de plástico nos oceanos

O uso de plástico descartável é um problema particular em alguns países do Sudeste Asiático, incluindo a Indonésia.

Cinco nações asiáticas (China, Indonésia, Filipinas, Vietnã e Tailândia) respondem por até 60% dos resíduos plásticos que acabam nos oceanos, de acordo com um relatório de 2015 da organização ambientalista Ocean Conservancy e do McKinsey Center for Business and Environment.

Acredita-se que os sacos de plástico matam centenas de animais marinhos nessa região todos os anos. Em junho, uma baleia morreu no sul da Tailândia depois de engolir 80 sacolas plásticas (saiba mais aqui).

Um relatório divulgado este ano alertou que a quantidade de plástico no oceano poderia triplicar em uma década (veja aqui).

No final do ano passado, a ONU disse que a vida marinha está enfrentando “danos irreparáveis” das cerca de 10 milhões de toneladas de resíduos plásticos que acabam nos oceanos a cada ano.

*Fonte: BBC

*Imagem: AFP



Deixe seu comentário