Incêndio na Chapada dos Veadeiros foi o maior da história da reserva ambiental

0

* Com informações de Murilo Velasco, do G1- GO

No dia 10 de outubro, um incêndio na Chapada dos Veadeiros, em Goiás, tomou conta da maior conservação de Cerrado do mundo, gerando angústia e sofrimento aos moradores da região e animais. O fogo foi controlado somente no último dia 17.

Fernando Tatagiba, chefe do parque, acredita que o incêndio foi um ato criminoso. Tatagiba declarou que não há como iniciar um foco instantâneo na região e que todos os incêndios que ocorrem na seca do Cerrado são provocados pelo homem.

A Polícia Federal e o Ministério da Justiça já estão investigando as causas do incêndio na Chapada dos Veadeiros. Foi a pedido do ministro do Meio Ambiente, Marcelo Cruz, que contou ouvir relatos de testemunhas que viram pessoas usando motos para transportar gasolina na região do parque.

Incêndio na Chapada dos Veadeiros afetou e tirou a vida de animais

Além da vegetação, os animais que vivem no Cerrado foram extremamente afetados e obrigados a deixarem seus habitats. Testemunhas relataram terem visto araras voando desesperadamente para fugir do calor do fogo e da fumaça. As altas temperaturas do solo dificultaram a locomoção de cobras, já que elas precisam se rastejar.

Muitos dos bichos que tentaram escapar pelas estradas perto do parque acabaram morrendo atropelados.

A importância da Chapada dos Veadeiros para o meio ambiente

Com mais de 240 mil hectares, o parque é considerado Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Tem mais de 2 bilhões de anos de existência e é a segunda maior reserva natural da América do Sul.

Oito das bacias hidrográficas brasileiras nascem no Cerrado: Araguaia, Tocantins, Atlântico Norte, Nordeste, Bacia do Parnaíba, São Francisco, Atlântico Leste e Bacia do Rio Paraná. Além disso, ele também abriga cerca de 4 mil cavernas que levam a água das chuvas para o lençol freático.

No Cerrado também vivem um dos maiores números de biodiversidades do mundo. Há muita vida vegetal e animal ali. A destruição foi tanta, que moradores da região se uniram a bombeiros e brigadistas no combate às chamas. Ao ser questionado sobre o porquê de estar ali ajudando, um dos voluntários disse emocionado: “Amor…amor pelo Cerrado, pelos bichos…”.

O programa Fantástico fez uma matéria mostrando o trabalho fantástico de todas as pessoas envolvidas no combate ao incêndio e outros detalhes da tragédia. Assista a seguir:

*Fonte: Murilo VelascoG1 – GO / Fantástico

*Imagem: Reprodução/TV Anhanguera



Deixe seu comentário