Fábrica de Casamentos do SBT faz festa vegana – confira dicas

0

No último sábado, 17 de junho, o programa Fábrica de Casamentos, do SBT, foi ao ar com uma proposta desafiadora: organizar uma festa de casamento totalmente vegana. O casal deste episódio segue a filosofia de vida vegana e nenhum produto de origem animal poderia ser usado, desde o vestido da noiva até o bolo. Foi um grande desafio para os organizadores que, no final, conseguiram completar a missão com sucesso. Assista abaixo como foi o casamento vegano de Cris e Natan:

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Pensando nisso, reunimos 6 dicas básicas para mostrar o passo a passo de como organizar uma festa de casamento vegano. Confira abaixo:

1- Local

É possível escolher lugares onde acontecem festas não veganas, mas, geralmente, os noivos vão buscar algo que seja próximo da natureza. Para os que amam jardinagem, fazer a recepção em um jardim orgânico dá um toque agradável à recepção.

Um parque, um local com natureza exuberante ou um jardim botânico também podem representar a maneira de viver dos noivos. Realizar a cerimônia no mesmo lugar da recepção torna o casamento mais simples e prático.

2- Buffet

A escolha do buffet é fundamental, pois é preciso contratar uma empresa capaz de oferecer comida de boa qualidade e vegana. Desta forma, o ideal é que seja um buffet vegano ou que consiga substituir todos os ingredientes tradicionais.

Atualmente, há diversas opções de empresas veganas que promovem festas de casamento. Para isso, busque referências com pessoas conhecidas ou faça uma boa pesquisa nas redes sociais e internet.

3- Orçamento

O custo do casamento tende a cair pela metade quando se serve refeições aos convidados. Um casamento vegano pode cortar gastos, mas no caso dos cardápios restritos a produtos de origem animal, o orçamento pode aumentar, devido às substituições dos produtos tradicionais. Alguns pontos para levar em consideração:

– Produtos diferentes ou exclusivos poderão custar mais caro, principalmente para a alimentação vegana em relação ao cardápio tradicional;

– Lembre-se que, quanto mais simples o cardápio, menor o custo do buffet;

– Alguns produtos (legumes e frutas) pedidos pelos noivos podem não ser fáceis de encontrar. Quanto mais longe da época da safra, mais caro pode se tornar o buffet. Fique atento a estes detalhes;

– O orçamento também pode ser alterado para mais ou para menos com a escolha de produtos orgânicos. Se todo o menu for preparado com orgânicos, o valor aumenta, já que custam mais.

De toda forma, pode ser que, ao fechar a festa com um buffet vegano, o custo pode baixar, já que esse tipo de empreendimento possui os contatos certos e entende do assunto para atender às necessidades dos noivos.

4- Cardápio

Ao escolher o cardápio, é preciso pensar nos detalhes. Como nem todos os convidados da festa são veganos, colocar à disposição diferentes opções de doces e salgados desperta o interesse e os levam a saborear as várias delícias veganas.

O prato principal da recepção deve ser uma comida muito saborosa. Para isso, pense em uma diversidade de saladas e flores comestíveis. A refeição pode ser tanto algo tipicamente vegano como receitas tradicionais adaptadas a esta dieta.

Se você deseja obter sugestões mais detalhadas sobre o menu, como degustação, entrada, prato principal, doces e mesa do café, confira a matéria que o Beleza Vegan fez sobre o casamento vegano da Thaisa e do Koji aqui.

Uma dica para confeccionar os cardápios do casamento é usar papel reciclado ou semente.

Já em relação às bebidas, alguns veganos não servem nada com álcool em suas festas, apenas água aromatizada e sucos naturais. Caso você queira optar por bebidas alcoólicas ou sem álcool, prefira as orgânicas e verifique se são veganas. Confira as dicas do site Cultura Veg  aqui sobre como descobrir se a bebida alcoólica é vegana.

5- Decoração

Para seguir a filosofia vegana é importante levar muitas coisas em consideração na decoração:

– Use utensílios que podem ser reutilizáveis, como talheres, pratos, toalhas de mesa e outros;

– Você também pode optar por usar papel reciclável em menus, enfeites e outras coisas que levem este material;

– Substitua enfeites de plástico por flores ou outro item natural;

– As lembranças do casamento podem ser algo comestível ou confeccionado por você.

Obs: Uma boa dica é usar a natureza a seu redor para decorar ao invés de diversos arranjos de flores. Caso o espaço não tenha nada para compor, utilize o mínimo de flores e algumas folhagens para decorar. Prefira as orgânicas e presenteie as pessoas que desejarem levar os arranjos ao final da festa, evitando que sejam descartados no lixo.

6- Vestuário

Além da comida, outros itens do casamento devem seguir a filosofia vegana, incluindo o vestuário:

– O vestido não deve vir de matéria-prima animal. Portanto, seda não é um tecido adequado, por exemplo;

– Substitua o couro por materiais que o imitem para sapatos e outros acompanhamentos do vestido. Há empresas que trabalham com materiais alternativos e de muita qualidade;

– Itens que possam fazer uso de matéria-prima animal como pérolas, marfim antigo, ossos, etc., estão fora de cogitação. Opte em usar pérolas falsas, por exemplo.

Fontes: SBT / WikiHow 

Imagens: SBT / Gabriel Gabe/SBT



Deixe seu comentário