Novo estudo da ONU conclui que poluição causa milhões de mortes todos os anos

0

Um estudo feito pela Organização das Nações Unidas mostra que a poluição mata milhares de pessoas a cada ano. De acordo com o relatório, algumas práticas, como a criação de animais, ameaçam os fundamentos ecológicos da sociedade. Caso a situação não mude, os danos poderão ser irreversíveis.

*Por Rachel Krantz para a Mercy for Animals

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas descobriu que a poluição do ar e da água causa milhões de mortes prematuras em humanos a cada ano (veja mais aqui).

A poluição do ar é responsável por cerca de 7 milhões dessas mortes anuais. A água poluída por patógenos, por sua vez, mata quase 1,5 milhão. Uma equipe de 250 cientistas de 70 nações compilou o relatório de 740 páginas ao longo de seis anos.

Eles dizem, em termos inequívocos, que nossa situação é terrível: os comportamentos humanos ameaçam os próprios “fundamentos ecológicos da sociedade”. Se quisermos ter alguma esperança de diminuir o dano, precisamos mudar nossos hábitos.

Poluição é intensificada por criação de animais

O melhor lugar para começar é com o que colocamos em nossos pratos. Segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, as emissões de gases de efeito estufa provenientes da criação de animais representam cerca de 15% das emissões globais induzidas pelo homem. Já as emissões provenientes da produção de alimentos e do desmatamento global devem aumentar 80% até 2050, caso a população não mude seus hábitos alimentares (saiba mais aqui).

A Agência de Proteção Ambiental identifica a criação de animais como uma fonte primária de poluição da água e do ar (leia aqui).

Mas, essa é apenas a ponta do iceberg. De acordo com o Banco Mundial, a criação de animais é a principal destruidora da Amazônia (veja aqui). No Brasil, quase 91% da terra desmatada é usada para pastagem de gado. A Scientific American informa que perdemos mais de 80.000 acres de floresta tropical global a cada dia. A pecuária é um contribuinte significativo dessa redução (confira aqui).

Poluição pode ser diminuída com dieta baseada em vegetais

Mas, não somos impotentes. Mudar para uma alimentação baseada em vegetais é o passo mais importante que você pode dar para combater a destruição ambiental. De acordo com uma pesquisa publicada na revista Climate Change, abandonar produtos de origem animal pode reduzir a emissão de carbono dos alimentos em pelo menos metade (saiba mais aqui).

A lista de benefícios ambientais de uma dieta baseada em vegetais continua indefinidamente. Até mesmo a ONU reconheceu que “uma redução substancial dos impactos ambientais só seria possível com uma mudança substancial na dieta mundial em relação aos produtos animais” (leia mais aqui).

O vínculo é tão claro, que a ONU sugeriu um imposto sobre a produção de carne vermelha (confira aqui). No entanto, muitos governos se recusam a aceitar essas mudanças, seja porque são influenciados pelos dólares de grandes empresas da indústria da carne ou porque simplesmente não acreditam que as pessoas tenham o poder de fazer uma modificação.

Se você gostaria de fazer a sua parte para preservar o meio ambiente para seres humanos e animais não humanos, mudar para uma dieta baseada em vegetais é a ação mais significativa que você pode tomar.

*Fonte: Mercy for Animals

*Imagem: divulgação



Deixe seu comentário