Dia Nacional dos Animais é celebrado em 14 de março

0

No dia 14 de março, é comemorado o Dia Nacional dos Animais. A data tem o objetivo de promover a conscientização das pessoas em relação ao tratamento dado a todos os animais. É um momento para que a sociedade possa repensar ainda mais sobre suas atitudes em relação à preservação da vida desses seres inocentes, assim como à manutenção do meio ambiente.

Dia Nacional dos Animais: avanços que já foram conquistados

A data é essencial para ajudar na transformação da realidade que esses animais enfrentam. Com o crescimento do veganismo no mundo todo, os direitos animais estão sendo cada vez mais respeitados. No Brasil, há, atualmente, 14% de vegetarianos, segundo uma pesquisa do IBGE, realizada em maio de 2018 (veja mais aqui). Houve um crescimento de 75% em relação ao ano de 2012, quando o último levantamento foi feito pelo órgão. Esses dados mostram que as pessoas estão mais preocupadas com os animais.

Esse interesse pelo bem-estar animal tem se comprovado na área acadêmica também. A Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP inaugurou em 2019 a disciplina Direitos Animais, para todos os alunos da instituição (saiba mais aqui), algo inédito no Brasil.

Em fevereiro de 2019, a Petz, uma das maiores redes de pet shops do Brasil, passou a proibir a venda de animais em suas lojas (veja mais aqui). A decisão ocorreu após o resgate de mais de 1500 cães de um canil na cidade de Piedade, interior de São Paulo, pela ativista Luisa Mell (relembre o caso aqui).

No entanto, ainda falta muito para que os seres sencientes sejam respeitados de forma digna. Segundo a Organização Mundial da Saúde, há cerca de 30 milhões de animais abandonados no Brasil (leia mais aqui). Além disso, ainda há muitos políticos brasileiros que embargam projetos de lei que lutam pelos direitos animais (confira aqui).

Devido a todos esses fatores, o Dia Nacional dos Animais é importante para levar conscientização às pessoas.

Origem do Dia Nacional dos Animais

A data foi instituída no Brasil em 2012, devido ao projeto de lei 3676, que pedia a criação do Estatuto dos Animais. No entanto, a propositura foi arquivada. Em 2016, um novo projeto, o PLS 631/2015, foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania – CCJ e continua em tramitação (saiba mais aqui).

Dia Nacional dos Animais: veganismo é a solução para acabar com o sofrimento dos animais

Bilhões de animais são mortos todos os anos. Vidas inocentes que são exploradas pela indústria alimentícia, têxtil, farmacêutica, utilizadas em testes de laboratórios e em todas as maneiras possíveis inventadas pelo homem. E toda a crueldade praticada pelo ser humano é responsável pelo fim destas vidas.

Não por acaso, diversas espécies estão em extinção e até mesmo deixaram de existir (veja mais aqui). E isso acaba refletindo no meio ambiente, no solo e na água. O ecossistema do planeta é contaminado. Há consequências também para a saúde das pessoas, causadas pelas armadilhas das diversas indústrias que se beneficiam com a escravidão animal.

Mas, há uma solução para que todo esse ciclo cruel e negativo tenha fim: o veganismo. Quando o ser humano reconhecer os direitos dos animais e os tratar com igualdade, respeito, todos serão beneficiados.

Não haverá mais matança, fome no mundo, doenças provenientes de má alimentação, exploração, dor, poluição do ar, solo e água. Tráfico de animais e tantas outras atrocidades que hoje acontecem normalmente e ilegalmente, terão fim. Somente nós podemos dar um basta nisso!

Quer saber mais sobre o veganismo? Clique aqui e veja como um modo de vida sem exploração e morte de animais pode tornar o mundo melhor.

Para saber mais sobre direitos animais, acesse aqui.

*Imagem: divulgação



Deixe seu comentário