Desodorantes veganos, orgânicos e naturais protegem a saúde e previnem alergias

0

Ao optarmos por desodorantes veganos, orgânicos e naturais, contribuímos com a nossa saúde, o bem-estar dos animais e a preservação do planeta. Além disso, nos protegemos de alergias diversas e doenças graves, como o câncer.

Segundo um estudo realizado por pesquisadores de Genebra, na Suíça, o uso prolongado de sais de alumínio, um composto comum em antitranspirantes sintéticos, provoca o surgimento de tumores mamários.

A maioria dos desodorantes tradicionais contém substâncias nocivas ao meio ambiente e ao organismo, como o triclosan, bactericida que causa o escurecimento das axilas, e os parabenos. Estes elementos, seja como metilparabeno, propilparabeno ou outra derivação, podem causar alergias cutâneas e o envelhecimento precoce, de acordo com algumas pesquisas. Além disso, estariam relacionados ao mal de Alzheimer.

Outro fato alarmante é o bloqueio das glândulas sudoríparas de forma temporária, o que impede a liberação de toxinas do corpo.

Benefícios dos desodorantes veganos, orgânicos e naturais

Por não possuírem ingredientes químicos em sua composição, os desodorantes veganos, orgânicos e naturais são a melhor escolha para quem deseja uma vida mais saudável, assim como um ecossistema livre de poluentes.

Como não levam nada de origem animal em sua composição, os desodorantes veganos são boas opções para quem não quer aplicar ingredientes como o ácido esteárico em seu corpo. Conhecido popularmente como sebo ou banha, eles costumam ser retirados do estômago de porcos e podem causar irritações. Seus derivados, os estearatos, são geralmente empregados na fabricação de bancos de carros.

Os antitranspirantes orgânicos e naturais também não possuem sais de alumínio, derivados de petróleo, fragrâncias sintéticas e corantes. Suas formulações têm capacidade de eliminar bactérias e germes, responsáveis pelo mau odor.

Alguns têm óleo de melaleuca, lavanda, extrato de sálvia, capim-limão, vinagre de maçã, bicarbonato de sódio e leite de magnésio, responsáveis pelo controle bacteriano. Eles garantem a mesma proteção dos convencionais, sem enviar veneno ao seu organismo.

Ao adquirir um cosmético deste tipo, você ainda contribui com o pequeno produtor e valoriza a comunidade local. Desta forma, há um incentivo para que mais microempreendedores produzam estas criações. Isso favorece o meio ambiente, a saúde e os animais.

*Fontes: Jornal Ciência; Vogue;  Lilian Pacce; Guia Vegano; Ecycle; Veggie e Tal; Orgânico e Natural

*Imagem: divulgação



Deixe seu comentário