Artigo científico sobre couro vegano é premiado em evento internacional

0

Uma dupla de estudantes do curso de Moda da Universidade Estadual de Maringá (PR) foi premiada por um artigo sobre couro vegano, no 15º Colóquio de Moda, um evento internacional da área. O congresso foi realizado em Porto Alegre (RS).

As universitárias Ana Beatriz Pires da Silva e Carolina Schuch Klein realizaram um estudo sobre o desenvolvimento de acessórios para vestuário a partir do couro de kombucha, uma bebida obtida por meio da fermentação do chá preto ou verde, com a adição de uma cultura simbiótica de bactérias e levedura.

O artigo “Estudo e desenvolvimento de acessórios voltados para o vestuário utilizando como matéria-prima o couro de Kombucha” foi considerado como o melhor trabalho de iniciação científica apresentado em um dos grupos do evento, o GT6 – Design e Processos de Produção em Moda.

Couro vegano é alternativa sustentável

O couro vegano extraído da kombucha foi criado por pesquisadores da Universidade Estadual de Iowa (Estados Unidos), liderados pela professora Young-A Lee. A alternativa é mais barata e sustentável do que o material que utiliza couro com ingredientes de origem animal.

O material é semelhante ao couro de origem animal, com a diferença de não precisar maltratar ou matar animais na criação do tecido. Ele pode ser utilizado na confecção de roupas, bolsas, sapatos, entre outros acessórios e vestuários. O tecido contribui para uma moda mais sustentável, biodegradável e amiga dos animais.

Atualmente, o couro de kombucha está sendo estudado em laboratórios de pesquisa. Mas, a expectativa é que, em um futuro breve, a tecnologia já possa ser fabricada para o comércio em geral.

*Fonte: Universidade Estadual de Maringá

*Imagem: divulgação/Iowa State University

Você também pode gostar de ler:

Cortiça: uma alternativa ecológica e vegana

Tapetes veganos em folha de palmeira podem substituir couro de vaca

Marca alemã cria sapatos veganos feitos de couro de café

 



Deixe seu comentário