Como proceder depois da morte de seu animal

0

Essa é a dúvida de muitas pessoas que passam por este momento difícil: a morte de seu animal. Há quem enterre seus animais em quintais ou espaços semelhantes. Entretanto, antes de tomar qualquer decisão, é preciso seguir alguns critérios. A Secretaria Municipal da Saúde alerta sobre a necessidade de fazer exames para descobrir se a causa da morte não foi por uma zoonose (doença infecciosa capaz de ser naturalmente transmitida para o ser humano).

Segundo a matéria do jornalista Paulo Apolinário, da revista Revide, a Secretaria da Saúde afirma que é possível enterrar o animal, se tem o conhecimento da causa de sua morte. Entretanto, isso é um risco quando o ocorrido deve-se a uma zoonose. O necrochorume (líquido viscoso que resulta dos processos de decomposição) pode conter substâncias tóxicas e, se alcançam os lençóis freáticos, podem contaminar a água e o solo.

Procedimentos depois da morte de seu animal

Para enterrar seu animalzinho gratuitamente, entre em contato com o Centro de Zoonoses da sua cidade. Ele será recolhido e enviado para um aterro sanitário, evitando a contaminação do ambiente.

Mas, se para você for importante uma medida mais pessoal e afetiva, o setor privado oferece diversas opções, como, por exemplo, a cremação do animal. Procure por empresas na sua cidade que oferecem este tipo de serviço particular.

Fonte: Revista Revide

Imagem: divulgação



Deixe seu comentário