Mercado de carne à base de vegetais atingirá 27,9 bilhões de dólares em 2025

0

Um relatório produzido pela MarketsandMarkets mostra que o mercado de carne à base de vegetais atingirá a marca de quase 30 bilhões de dólares em menos de 7 anos. O levantamento revela que a saúde é um dos principais motivos que atraem os consumidores a comprar esses alimentos.

*Por Hanna Bugga para o Mercy for Animals

O mercado de carnes de origem vegetal deverá atingir 27,9 bilhões de dólares até 2025, segundo um relatório da MarketsandMarkets (acesse o documento aqui).

Segundo o levantamento, a preocupação sobre os efeitos negativos para a saúde está entre os principais fatores que contribuem para o crescimento do consumo desse tipo de carne. Os consumidores são atraídos pelo alto teor de proteína da carne baseada em vegetais e pela falta de colesterol.

O mercado de carne à base de vegetais atraiu, inclusive, a atenção de gigantes, como Bill Gates e Tyson Foods. Isso abre um novo mundo de oportunidades de crescimento.

O relatório afirma que a expectativa é que esse mercado cresça ainda mais. “As empresas, tanto as iniciantes quanto as estabelecidas, estão entrando nesse mercado promissor devido à crescente preferência por dietas baseadas em vegetais entre os consumidores em nível global. Empresas de alimentos estabelecidas, como Cargill (EUA) e Tyson Foods (EUA) investiram em startups que estão produzindo produtos à base de carne vegetal. Espera-se, ainda, que as vendas de produtos cárneos à base de vegetais aumentem nos próximos anos”, diz a nota.

Mercado de carne à base de vegetais: ervilhas e hambúrgueres veganos estão em alta

Os autores esperam que a proteína de ervilha seja o segmento de crescimento mais rápido no mercado de carne à base de vegetais, um alimento que tem desfrutado de uma onda de popularidade entre os fabricantes.

Os hambúrgueres veganos, com alta popularidade, estão na segunda colocação como os produtos mais promissores desse mercado.

A Impossible Foods e a Beyond Meat são os dois líderes no mercado de hambúrgueres à base de vegetais, graças a uma forte rede de distribuição que os ajuda a atender a demanda nos Estados Unidos.

Mais pessoas desfrutando de carne saborosa baseada em vegetais significa menos animais sofrendo e morrendo em fazendas industriais. Nunca houve um momento melhor para mudar para um estilo de vida sem crueldade animal.

*Fonte: Mercy for Animals

*Imagem: divulgação

Você também pode gostar de ler:

Fazendas da Nova Zelândia abandonam laticínios e passam a cultivar abacates

Dietas à base de carne matam mais pessoas do que o tabaco, segundo pesquisa

Revista PEGN destaca o crescimento do mercado vegano



Deixe seu comentário