Cão com deficiência resgata bebê enterrado vivo por mãe adolescente na Tailândia

0

 Um cão com deficiência salvou a vida de um recém-nascido, no nordeste da Tailândia. O bebê havia sido enterrado vivo por sua mãe. Ao sentir o cheiro da criança, o cachorro começou a cavar e expôs parte do corpo dela. Os moradores do local perceberam e conseguiram desenterrar o bebê. Saiba mais sobre essa impressionante história.

*Por Jamie Fullerton para o The Guardian

Um cão com deficiência, chamado Ping Pong, se tornou o orgulho de sua aldeia, no nordeste da Tailândia. Ele resgatou um menino que havia sido enterrado vivo por sua mãe adolescente.

O cão começou a farejar e escavar um local da região e isso atraiu a atenção dos agricultores. A zona vasculhada por Ping Pong fica no distrito de Cham Phuang, a nordeste de Bangcoc. De acordo com o tutor do cachorro, a escavação feita por ele expôs as pernas do bebê. Quando viram a criança, os moradores a levaram para um local seguro.

Uma menina de 15 anos, que não foi identificada, confessou ter enterrado seu bebê e foi acusada de tentativa de homicídio. Ela disse que estava com medo de ser castigada pelo seu pai, por ter engravidado. A família da jovem informou que vai cuidar da criança, que foi declarada saudável após o resgate.

“A menina está agora sob os cuidados de uma psicóloga e de seus pais. Ela lamenta o que fez e revelou que agiu por impulso, sem pensar. A moça temia que seus pais descobrissem que estava grávida”, contou o tenente-coronel Panuwat Puttakam, da polícia de Cham Phuang.

O oficial declarou que a polícia foi obrigada a acusar a menina de tentativa de homicídio, e que ela seria interrogada na presença de funcionários do serviço infantil.

cao com deficienciaCão com deficiência vira herói

Com seis anos de idade, Ping Pong, que só consegue movimentar três pernas, chamou a atenção de sua comunidade após o resgate. Seu tutor, Usa Nisaika, de 41 anos, falou que ele criou o cachorro desde o nascimento e reforçou que ele é um cão muito bom.

“Eu ouvi o cachorro latindo e um bebê chorando em uma plantação de mandioca. Então, fui lá verificar”, explicou ele. “Ele estava cavando uma pilha de sujeira e as pernas do bebê surgiram”, relata.

Nisaika conta mais detalhes do perfil de Ping Pong. “Ele foi atropelado por um carro. É tão leal, obediente. Esse cãozinho é amado por toda a aldeia. É incrível que tenha encontrado o bebê”, declara.

*Fonte: The Guardian

*Imagens: divulgação



Deixe seu comentário