Aromaterapia: óleos essenciais podem promover saúde e bem-estar

0

A aromaterapia é um tratamento natural que utiliza as propriedades dos óleos essenciais para promover melhorias na saúde e bem-estar das pessoas. Com ingredientes extraídos de plantas, os óleos ajudam a aliviar dores, atenuam a ansiedade e depressão, além de deixarem a pele e o cabelo mais bonitos, contribuindo para a elevação da autoestima.

Aromaterapia: benefícios dos óleos essenciais para a saúde

De forma natural, sem compostos químicos que agridem as pessoas, os animais e o meio ambiente, os óleos essenciais proporcionam diversos benefícios à saúde. De acordo com o diretor da I AM Enlightened Creations, empresa de aromaterapia, Illup Louis Gravengaard, os óleos atuam diretamente no cérebro. “Quando inalados, os óleos ativam o hipotálamo, região cerebral que controla os hormônios, a energia e a motivação”, explica (veja aqui).

Segundo a professora do curso de Estética e Cosmética da UNISUAM, Juscilene Ribeiro, os óleos essenciais auxiliam na melhora de disfunções na menstruação, em problemas digestivos, infecções nas unhas, além de ajudar a tratar distúrbios psicológicos como depressão e insônia (saiba mais aqui).

De acordo com o cientista e aromatólogo Fábian László, alguns óleos essenciais, como o de limão, podem regular os níveis de colesterol no sangue e combater a retenção de líquido no organismo (confira mais aqui).

O óleo de alecrim, por exemplo, é muito indicado para atenuar dores de cabeça e enxaqueca (veja mais aqui). Até mesmo doenças relacionadas aos ossos e músculos, como o reumatismo e a tendinite, podem ser tratadas com óleos essenciais, como o de citronela (leia mais aqui).

Aromaterapia: óleos essenciais contribuem com o bem-estar

Além de ajudarem em diversos problemas de saúde, os óleos essenciais promovem melhorias no bem-estar e na saúde da pele. Eles deixam as pessoas mais bem-humoradas, assim como elevam a autoestima, já que são usados, ainda, para fins cosméticos.

O óleo de alecrim, por exemplo, diminui a oleosidade da pele, auxiliando no combate da acne (leia mais aqui). Ele ajuda, ainda, a reduzir as caspas no couro cabeludo. O óleo de melaleuca também tem função adstringente, contribuindo na eliminação de espinhas e cravos (veja mais aqui).

Os óleos essenciais também ajudam na energização do ambiente, por meio da aromatização (leia mais aqui). Eles podem ser usados como difusores nos espaços, para espalhar as fragrâncias. Dessa forma, suas propriedades serão sentidas por quem estiver no local.

Com o ambiente energizado, as pessoas terão mais concentração, calma e equilíbrio (saiba mais aqui).

Antes de aplicar óleos essenciais, procure um especialista, para que ele indique qual é a melhor opção para você. Certifique-se também de optar por produtos veganos, orgânicos e naturais. A composição deles não leva ingredientes tóxicos, que causam danos aos animais, meio ambiente e à saúde (entenda mais aqui).

*Fontes: Unimed; Cengage; M de Mulher; Hoje em Dia; G1

*Imagem: divulgação

 

 



Deixe seu comentário