Alimentos indicados para crianças veganas crescerem fortes e saudáveis

0

A alimentação das crianças veganas deve ser elaborada com muito planejamento pelos pais. Desde cedo, os filhos precisam ter o acompanhamento de um nutricionista e um pediatra, para que eles recomendem quais serão os alimentos mais indicados para substituir as fontes de origem animal.

Muitas famílias têm receio de optar por uma dieta vegetariana estrita para suas crianças, com medo de faltar algum nutriente importante para elas. Mas, especialistas ressaltam que o vegetarianismo estrito pode ser seguido em qualquer faixa etária, desde que realizado com orientação médica.

A Academia de Nutrição e Dietética publicou um artigo em 2016, ressaltando os benefícios da alimentação baseada em plantas. Ela pode ser seguida em qualquer idade, seja por gestantes ou bebês, mas é preciso ter orientação médica.

Segundo o estudo, é importante planejar as refeições para que o ferro, o zinco, a vitamina B12 e a D, além do cálcio, sejam incluídos. Assim, a criança crescerá saudável, sem problemas que possam afetar seu desenvolvimento.

A nutróloga Andrea Pereira, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, salienta também que é necessário fazer um controle anual das taxas de nutrientes no sangue, além de um acompanhamento regular com pediatras e nutricionistas. Se esses passos forem seguidos corretamente, as crianças veganas terão inúmeros benefícios. Inclusive a prevenção de doenças crônicas, como alguns tipos de câncer e diabetes.

O nutricionista especializado em dietas vegetarianas, Dr. George Guimarães, ressalta a importância da ingestão calórica. “Como os vegetais contêm mais água e fibras, a saciedade oferecida por uma dieta isenta de produtos de origem animal é maior e, com isso, a ingestão calórica pode acabar sendo demasiadamente reduzida”, pontua. Segundo Guimarães, os pais devem incluir alimentos vegetais mais calóricos e prestar atenção para não exagerar nas fibras.

Alimentos indicados para crianças veganas

É possível encontrar os mesmos nutrientes de origem animal em alimentos vegetais. Confira abaixo quais deles têm em alimentos veganos:

Proteínas: leguminosas, como feijão, lentilha, grão-de-bico, quinoa, entre outros. Eles também são comuns nas oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas etc).

Este nutriente é localizado na soja, mas, de acordo com a professora do Departamento de Nutrição da Escola de Saúde Pública e Ciências da Saúde da Universidade de Massachusetts, a Reed Mangels, ela deve ser evitada em crianças de até um ano, devido aos seus hormônios vegetais.

– Cálcio: é comum em frutas, verduras, feijão, tofu, grão-de-bico, brócolis, couve-flor, couve, escarola, repolho, mostarda, espinafre, gergelim, em folhas com coloração verde-escura, geralmente.

Ferro: leguminosas em geral, como as amêndoas, frutas secas, grãos integrais e folhas verde-escuras possuem o elemento. Porém, o ferro de origem vegetal, o heme, é mais difícil de ser absorvido. Por isso, siga as orientações de um nutricionista para que ele indique quais formas garantem um melhor aproveitamento dele.

Zinco: fácil de ser achado no feijão, grão-de-bico, nozes, lentilha, arroz integral, sementes de girassol e de abóbora, trigo, aveia, em cereais integrais.

Aminoácidos essenciais: o arroz possui o metionina e o feijão, a lisina, essenciais para o crescimento das crianças. Eles são bem comuns nas carnes, por isso, é importante procurar um nutricionista, para saber quais alimentos sem origem animal contêm estas substâncias.

Vitamina D: ela ajuda na absorção do cálcio e pode ser encontrada nos cogumelos. Mas também é recomendável tomar sol, de forma segura.

Ômega-3: auxilia no desenvolvimento do sistema nervoso e é obtido em óleo de linhaça, por exemplo.

Dica: o leite materno é fundamental para crianças de até pelo menos um ano, então, não deixe de dar ao seu filho.

*Fontes: Revista Crescer;  Nutriveg;  Bebê.com.brNews Med

*Imagem: divulgação



Deixe seu comentário