Pedidos de alimentos à base de vegetais aumentaram 25%, diz novo relatório

0

Um relatório realizado pela empresa Grubhub, dos Estados Unidos, revelou que os pedidos de alimentos à base de vegetais cresceram 25% desde 2018. O novo levantamento reforça que a dieta vegetariana estrita está cada vez mais em ascensão.

*Por Hanna Bugga para o Mercy for Animals

À medida que as ofertas de cardápio vegetariano estrito continuam a crescer, a empresa Grubhub confirmou que o interesse em alimentos à base de vegetais é mais do que uma fase passageira.

Em dezembro de 2018, o serviço de entrega de alimentos divulgou o relatório Year in Food em 2018, que detalha as tendências alimentares mais populares (confira o levantamento aqui).

O levantamento indicou uma crescente demanda por opções baseadas em vegetais, desde refeições no restaurante a pedidos de comida.

Esse padrão continuou em 2019, com as encomendas da Grubhub de alimentos vegetais aumentando em impressionantes 25% desde 2018 (veja mais aqui).

Alimentos à base de vegetais estão revolucionando o mercado

As descobertas da Grubhub não são surpreendentes. À medida que as pessoas se tornam mais conscientes dos impactos negativos da carne e dos laticínios, consumidores e investidores estão se voltando para alimentos mais amigáveis em relação ao meio ambiente e aos animais.

Essa consciência está impulsionando uma revolução nas opções de alimentos à base de vegetais. Muitas das quais estão chegando a restaurantes fast-food, de onde a maioria dos clientes da Grubhub faz pedidos.

Somente nos últimos meses, a KFC lançou um sanduíche vegano no Reino Unido, e a Del Taco expandiu suas ofertas para a Beyond Meat, depois que um lançamento da marca fez muito sucesso. Até mesmo o Burger King está aderindo, colocando alimentos à base de vegetais em suas lanchonetes.

*Fonte: Mercy for Animals

*Imagem: divulgação

Você também pode gostar de ler:

Mercado de carne à base de vegetais atingirá 27,9 bilhões de dólares em 2025

Revista Veja destaca crescimento do veganismo e indica opções veganas para alimentação

Fazendas da Nova Zelândia abandonam laticínios e passam a cultivar abacates



Deixe seu comentário