Site usa nomes errados de cães de raça para estimular adoção de cachorros vira-latas

0

O site Busca Dogues (acesse aqui) está usando um artifício inteligente para estimular a adoção de cachorros vira-latas no Brasil. Cada vez que alguém cometer erros comuns de digitação dos nomes de raças no Google, como Chihuahua, Dachshund, Poodle, entre outros, vai aparecer na página de busca um cão disponível para ser adotado.

A iniciativa é uma parceria entre a ONG Clube dos Vira-Latas e a empresa Güd, que nomeia os cachorros sem raça definida resgatados pela instituição com os erros de digitação mais frequentes do Google. Dessa forma, a visibilidade dos animais que estão em adoção será aumentada, já que, toda vez que alguém pesquisar por “bigle” (da raça Beagle), por exemplo, vai surgir um lindo cãozinho vira-lata esperando um novo lar para chamar de seu.

Adoção de cachorros pelo site: como funciona

Se o visitante se interessar em adotar um dos cachorros, é necessário preencher um formulário no site. Na página, devem ser colocadas as informações solicitadas e o interessado precisa agendar uma visita à ONG Clube dos Vira-Latas. Dessa forma, ele irá conhecer o animal para saber se é compatível com sua rotina e personalidade.

Após a adoção, a ONG fornece um kit de produtos selecionados pela empresa Güd, para ajudar nos cuidados com o cachorro. Além disso, os cães já chegam ao novo lar vermifugados, vacinados e castrados.

Site tem o objetivo de despertar atenção das pessoas sobre a adoção de animais

A ação visa chamar a atenção para a importância da adoção de animais no Brasil. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), há mais de 30 milhões de seres inocentes abandonados (veja mais aqui).

Muitos brasileiros têm o hábito de comprar um cão, em vez de adotar. O gesto incentiva um comércio de animais muito cruel. Em fevereiro, por exemplo, o Instituto Luisa Mell resgatou mais de 1500 animais de um canil, na cidade de Piedade, interior de São Paulo. Os cães seriam vendidos para diversas pet shops, como a Petz, e estavam sob condições de maus-tratos (relembre o caso aqui) .

Ao optar pela adoção, a comercialização perde a força no país. Além disso, ajudará milhares de animais que estão em abrigos, precisando de uma família para serem amados.

*Fontes: Clube dos Vira-Latas; Busca Dogues

*Imagem: Busca Dogues



Deixe seu comentário