ONG divulga vídeo de animais sendo cortados vivos em abatedouro na França

0

Neste último sábado (03), imagens fortes de um abatedouro na região de Boischaut, na França, foram divulgadas pela ONG L214 (conheça aqui). O vídeo revela animais suspensos por uma perna, enquanto são cortados ainda conscientes.

Conforme a associação, não há indícios de que o os funcionários do abatedouro tenham utilizado alguma substância anestésica. “Nenhuma verificação de dessensibilização é realizada após o uso do matador (pistola de choque)”, denuncia a entidade por meio de um comunicado.

Segundo a L214, o estabelecimento também infringiu regras sanitárias. Nas imagens divulgadas, um funcionário está vestindo uma camisa simples e não usa equipamento profissional. Há, ainda, o registro de corpos caindo no sangue e dejetos dos animais abatidos.

Confira o vídeo a seguir (contém cenas fortes):

Abatedouro na França: Ministro da Agricultura se pronuncia

Após a divulgação das imagens, o Ministro da Agricultura da França, Didier Guillaume, solicitou o fechamento imediato das atividades do abatedouro, como medida de precaução. O ministro atendeu aos pedidos da associação L214, que denunciou o local por maus-tratos e abuso grave.

De acordo com a autoridade francesa, as imagens reforçam a necessidade de acelerar ainda mais o treinamento das equipes e a supervisão por funcionários de proteção animal. Guillaume também comunicou que já pediu à Brigada Nacional de Investigação Veterinária da França para abrir uma investigação administrativa para o caso.

O episódio aconteceu na França, mas há denúncias de maus-tratos semelhantes em outros países, inclusive no Brasil.

Carrefour divulga nota sobre os crimes do abatedouro

O Carrefour, que era uma das empresas compradoras do frigorífico denunciado, divulgou uma nota à imprensa sobre o ocorrido. No comunicado, o grupo informa que encerrou suas relações comerciais com o local. “Esse tipo de prática é intolerável, que fere profundamente os valores e compromissos da companhia em todo o mundo, motivo pelo qual rompeu imediatamente relações comerciais com o frigorífico em questão, que deverá dar explicações formais sobre a denúncia em meio à investigação já instaurada pelas autoridades na França. Reforça ainda que o bem-estar animal é um importante pilar da companhia, que investe em diversas iniciativas, projetos e compromissos para garantir e difundir as boas práticas em todas as suas cadeias de abastecimento”.

*Fontes: RFI; L214

*Imagem: Reprodução / YouTube/Association L214



Deixe seu comentário